quinta-feira, 12 de maio de 2005

Blogue, Blog ou Blo?

Dias atrás, o Todo Nada, que hoje está inacessível por problemas em Blogsome, falava do blo de Quin (Anxo Quintana). Se procuramos no Google "o blo" em páginas escritas em galego-português, veremos que esta forma é empregada, polo menos, também no Brasil e até com mais abundáncia de exemplos que na Galiza. No entanto, som poucos os exemplos deste uso na nossa língua, e a maioria dos casos ocorrem em contextos em que se pretende acentuar um registro mui coloquial ou mesmo vulgar.

Blog, a forma original em inglês, é a mais usada em galego, com grande avantagem sobre a forma adaptada blogue.

Nom sei se o tempo irá a favor da adaptaçom ou da manutençom da forma inglesa original. Suponho que a globalizaçom crescente favorece a importaçom directa de léxico inglês, sem adaptações, mas as tendências internas da língua trabalharám teimudamente a favor da estabilizaçom e portanto da adaptaçom.

Por enquanto, cito aqui um trecho da página 350 da magnífica Nova Gramática para a Aprendizaxe da Língua, editada por Via Láctea em 1988, mantendo a ortografia original:
«21.- Adaptación de voces estranxeiras (e onomatopeicas):

Algunhas palabras estranxeiras e onomatopeicas xa familiares entre nós recebem unha vogal de apoio (normalmente un e) para evitar grupos consonánticos ou, sobretodo, consoantes finais inabituais ou impronunciábeis no noso idioma:
  • - be:
clube, esnobe, pube, Magrebe
  • - fe:
bife, golfe, pufe, xerife; Cardife, Rife
  • - gue:
aicebergue/icebergue, buldogue, dogue, pingue-pongue, ziguezague; Béringue, Danzigue»
... e blogue, digo eu.

Sem comentários: