sábado, 3 de setembro de 2005

Xavier Alcalá

O autor d'A Nosa Cinza, deu um passo à frente digno de louvança publicando o mês passado o seu relato do verão na Voz na ortografia culta e nom na demótica que costuma empregar.

Também é recomendável o seu apelo à normalizaçom lingüística da antroponímia.

Pergunto-me se o terám lido a própria presidenta do Parlamento aludida no título, Dolores Villarino (Vilarinho), ou os conselheiros Fernando Blanco (Branco), Pachi Vázquez (Vásquez ou Vasques), Carme Gallego (Galego), e outros altos cargos da novo governo galego como Antón Losada (Lousada) ou Encarna Otero (Outeiro).

Sem comentários: