sábado, 1 de outubro de 2005

De tráileres e outras manipulações cinematográficas

Imagem do programa VirtualDub
Eis umha prova da distáncia que pode haver entre um filme e o seu tráiler promocional. Neste caso é The Shining, de Kubrick, reinventado como comédia romántica polo jovem ajudante de ediçom Robert Ryang. A ligaçom está a espalhar-se como o lume pola blogosfera nos últimos dias e hoje chegou ao The New York Times.

Um fenómeno recente, relacionado com este experimento, é o das edições alternativas de filmes aparecidas em comunidades de compartilhamento de arquivos na Internet. Ainda nom vim nengumha delas, mas sei-que duas das mais conhecidas som Matrix Dezionized, umha versom que une Matrix Reloaded e Matrix Revolutions eliminando a trama relativa a Zion, e The Phantom Edit, versom de Star Wars: Episode I - The Phantom Menace valorizada por ter eliminado a maioria das aparições de Jar-Jar Binks.

Primeiro começárom os próprios directores a revisar as suas obras coas famosas "Director's cut". Agora som os espectadores que passárom à acçom.

Sem comentários: