quinta-feira, 27 de setembro de 2007

People's Choice Award

Estamos na metade do período de votaçom para a eleiçom do Prémio do Público do Cinema Europeu, que começou o passado 1 de Setembro e finaliza o 31 de Outubro, e cuja entrega terá lugar em Berlim na vigésima ediçom dos Prémios Europeus do Cinema, o sábado 1 de Dezembro.

Este prémio do publico ao melhor filme europeu só foi entregado em 1997 e 2006, resultando vencedores Full Monty e Volver, respectivamente. Outros anos fôrom concedidos os prémios do público à melhor actriz, melhor actor e melhor director, mas nom ao melhor filme. A Academia Europeia do Cinema parece ter decidido finalmente estabelecer apenas um prémio do público ao melhor filme, pois este ano volve ser a única categoria considerada.

A votaçom pode realizar-se através do web People's Choice Award, sendo estes os filmes nomeados:

2 Days in Paris, de Julie Delpy,
A fost sau n-a fost? de Corneliu Porumboiu,
Alatriste, de Agustín Díaz Yanes,
La Môme, de Olivier Dahan,
La Sconosciuta, de Giuseppe Tornatore,
Obsluhoval jsem anglického krále, de Jiri Menzel,
Perfume: The Story of a Murderer, de Tom Tykwer,
Reprirse, de Joachim Trier,
The Last King of Scotland, de Kevin Macdonald,
The Queen, de Stephen Frears,
Zwartboek, de Paul Verhoeven,

Devido à péssima distribuiçom do cinema europeu no próprio continente, é provável que a maioria dos votantes nom podam ver boa parte delas nas salas de cinema das suas cidades, mas ainda bem que temos a alternativa das redes P2P e os sítios de legendas.

Pessoalmente, e só nom podendo ter visto o filme de Jiri Menzel, para o que nom parece haver legendas na rede, dei o meu voto sem a menor dúvida a Perfume, umha mais que satisfactória adaptaçom do romance de Patrick Süskind, injustamente recebida pola crítica, nomeadamente a puritana crítica estadunidense, que reprovou a intensa e audaz seqüência da rendiçom do povo encolerizado perante a apariçom do réu Jean-Baptiste Grenouille e a transposiçom à linguagem cinematográfica das descrições dos fedorentos ambientes do Paris do século XVIII do romance original, como se as suas páginas realmente exalassem odores, e nom fossem através das palavras evocados, como Tykwer conseguiu atinadamente fazer através das imagens e co importante apoio da banda sonora composta por el mesmo e os seus companheiros do trio Pale 3.

Sem comentários: