domingo, 17 de janeiro de 2010

Angófilos ou galegófobos?

Como nom ficaria mui bem perante a sociedade que os galegofóbicos do governo Feijóo se mostrassem tal como som, disfarçam o seu ódio ao galego co suposto amor ao inglês. Cada vez que falam do inglês, realmente nom estám a falar do inglês, do que estám a falar é de suprimir o galego. Queremos inglês significa "nom queremos galego" ou "odiamos galego". Por isso nunca propõem a introduçom do inglês nos ámbitos em que o castelhano continua a excluir o galego, como as salas de cinema, ou nas televisões de ámbito estatal, porque realmente eles nom tenhem o menor interesse no inglês. Só querem o inglês entanto lhes sirva para excluir o galego.
E já lhes dura muito a artimanha de aludir à imposiçom do galego em Galiza, que no fundo questiona a própria oficialidade (mesmo subalterna) do galego. Se os sectores favoráveis à língua nom conseguem mostrar o absurdo e socialmente daninho dessa artimanha, o governo Feijóo terá mais fácil continuar com novos ataques contra a normalizaçom lingüística.

Sem comentários: